quinta-feira, 19 de julho de 2012

[no começo foi difícil]

no início da tarde foi difícil, e no início da noite também. no início da madrugada minha cabeça estava mais calma, eu já tinha chorado tudo que tinha de chorar. reuni todas as minhas frustrações em apenas uma noite e elas ainda pesam. até parecem que não querem mais sair; elas ainda querem continuar aqui, do meu lado, me fazendo uma constante companhia chata. ora não sou obrigada a isso, mas por ora é o que temos para hoje. a tv está ligada e quem disse que estou assistindo alguma coisa, deve tá passando um daqueles filmes idiotas, daqueles que costumam passar de madrugada e que ninguém assiste, no player uma música, dolorosa por sinal, mas que condiz exatamente com todo esse dark moment da minha vida. quero gritar. gritar até não ter mais voz, gritar até toda essa porcaria se extinguir do meu corpo, gritar até minha voz alcançar um lugar mais alto. gritar pedindo ajuda. tô tão cansada de tanta coisa, tão cansada dessa mediocridade bizarra que existe nas pessoas, tão cansada de esperar tudo dá certo, tão cansada de sorrir, tão cansada de acreditar, tão cansada de tudo. se tivesse uma só maneira de fazer tudo isso parar, juro que eu faria... quer dizer até tem, mas seria extremo demais e acho que não tô pronta para ir ao extremo demais. é aquele momento em que você olha para trás e não vê nada, para o lado e nada, para o outro lado e nada, para frente e escuro. mas, de alguma forma - sim, ainda devo ter um pouco de esperança escondido em algum lugar do meu corpo, provavelmente ela está tentando se manter viva depois de uma tsunami de frustrações - pode ser que alguma coisa boa (eu digo realmente boa) esteja sendo preparada para mim, ou não.


   


vamos lá garota, levante a cabeça, pare de se lamentar, lute com as forças que você não tem, aguente só mais um pouco, grite se tiver vontade, bata se tiver coragem, continue vivendo se ainda acredita que vale a pena. tudo ficará bem, tudo ficará bem... acredite, tudo ficará bem. vai lá, faz seu caminho, teu futuro te espera, majestoso ou não é o seu futuro, mantenha-se forte, alguém disse que a ajuda está a caminho, então sente e espere. só não cruze os braços. continue, que tudo ficará bem, tudo ficará bem... tenha fé, uma vez na vida, tenha fé em alguma coisa. respire fundo, acredite em si mesmo, faça seu próprio caminho, sorria quando tudo que tiver de fazer é chorar, ou melhor... chore. vamos lá sua imbecil, levante! te encheram de porrada de novo e você quer desistir? não é assim que as coisas funcionam, não seja fraca, vamos lute! lute por aquilo que você acredita ou fingi acreditar. faça a valer a pena, vai lá! tem tanta gente que acredita em você... honre-os. se não quer fazer isso por você, faça por eles. não entre em pânico, já disseram que a ajuda está a caminho... então espere e tudo ficará bem, você vai ver... vai ficar bem.

Um comentário:

  1. Se você não faz questão que ninguém leia e por que postou?Desabafo?Se fosse era melhor escrever em um caderno e guarda só para ti.Fica a dica!

    ResponderExcluir